Tuia

07 de Dezembro

Cantor e compositor, vindo do Vale do Paraíba – interior de São Paulo –  Tuia despontou nos anos 90 com a banda Dotô Jéka.

Surgida em 1993, com uma proposta ousada e inovadora de misturar rock com música caipira, a banda DOTÔ JÉKA se destacou pela sua originalidade. Seu primeiro trabalho, que contou com o mesmo produtor dos RAIMUNDOS, foi lançado pela gravadora VIRGIN/EMI. Após várias apresentações em programas como: XUXA HITS, JÔ SOARES ONZE E MEIA , PROGRAMA LIVRE, entre outros, alcançou os primeiros lugares nas rádios do interior de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Nordeste. A versão de ROMARIA de Renato Teixeira (que participou do CD) e acabou ganhando também um clipe na MTV com diversas matérias na imprensa escrita, em destaque a revista BILLBOARD americana.

Em 2011 lançou seu primeiro trabalho solo em CD/DVD “Tuia ao vivo” que ficou entre os 20 mais vendidos pela Tratore (distribuidora independente), tendo destaque a música “O CÉU” nas rádios do Nordeste e Minas Gerais.

Veio em 2013 o disco de estúdio “Jardim Invisível”, que trazia uma versão mais intimista e leve do seu folk rock e fez com que Tuia conseguisse fazer uma turnê nacional com êxito, de maneira independente, nos moldes da canção estradeira de Renato Teixeira “Amanheceu peguei a viola enfiei na sacola e fui viajar…” O disco foi escolhido entre mais de dois mil títulos, para concorrer ao Prêmio da música Brasileira.

Em 2016 Tuia lançou seu terceiro disco “Reverso Folk” (pela primeira vez distribuído por uma grande gravadora a Sony music). Produzido no Vale do Paraíba (interior de SP) e São Paulo, o disco vem com esse tom natural rural urbano, mas que sai do caminho das raízes e dos novos “indies alternativos”, mantendo uma identidade mais “pop” e “brasileira”.

“Reverso” significa uma volta aos textos poéticos a serviço da melodia e esteticamente soa quase como uma “subversão” ao folk tradicional, deixando um pouco de lado o ícone Bob Dylan e trazendo a tona os “mestres” do folk brasileiro como Zé Geraldo em “Ainda a mosca” que traz uma referência “Raul Seixista”, Tavito com “Vermelho coração” mostra o lado mineiro cancioneiro e “Flor” com Guarabyra, convida a todos para uma “nova velha” viagem de volta a estrada dos amores rurais…O primeiro single “A cor do dia” está na programação da rádio Nova Brasil FM. O disco também foi escolhido pelo importante site de música Tramp, como um dos 100 melhores discos do ano.

Tuia tem feito shows com os maiores nomes da geração clássica e da moderna música brasileira, tais como Beto Guedes, Kleiton e Kledir, Tavito, Sá e Guarabyra, Zé Geraldo, Eduardo Araújo, Paulinho Pedra Azul, Marcelo Jeneci, Landau, entre outros…

Em 2017 Tuia, Tavito, Guarabyra e Ricardo Vignini se juntaram para realizar o projeto “As Gerações do folk e rock rural” tendo Tuia como proponente e anfitrião do show…O projeto estreou no edital da Caixa Cultural em Curitiba e Rio de Janeiro, com a turnê correndo para as principais capitais do Brasil, como Sescs e a nova Casa Natura de shows em São Paulo.

Começo do ano de 2018, Tuia fez dois shows com o “Encontro de gerações” no Sesc Vila Maria em SP, com ingressos esgotados, com a gravação do DVD, mais participação especial de Ze Geraldo…

Tuia volta com um trabalho de versões ousadas de grandes clássicos mineiros e pantaneiros como Espanhola de Sá e Guarabyra e Flávio Venturinni, Chalana que ficou consagrada na interpretação de Almir Sater, Senhorita clássico de Zé Geraldo, Linda Juventude do 14 Bis que contou com a participação de Ana Vilela (cantora de maior sucesso da nova geração do folk pop, estouro do hit Trem bala) e Começo meio e fim de Tavito que foi um estouro na versão do Roupa Nova. O trabalho também traz o frescor de uma canção inédita de autoria de Tuia chamada Flor.

Pop no Campo vol.1 (lançamento começo de 2019) faz parte de uma série de lançamentos que ousam em colocar para um novo público um apanhado de vários clássicos do rock rural desde dos mais regionais até os mais populares, trazendo na voz de Tuia e nos novos arranjos inovação e modernidade para o futuro do folk e rock rural. O disco foi produzido e mixado por Juliano Cortuah ( produtor de grandes novos nomes do folk popcomo Ana Vilela, AnaVitoria e Outro Eu…) no estúdio Nave 33 RJ e masterizado por Felipe Tichauer no Redtraxxmusic em Miami (ganhador de 6 grammys latino).

SERVIÇOS


07 de Dezembro

Sexta às 21h

Show

Duração: 80 Minutos

Livre

R$ 40,00 / R$ 20,00

Vendas na bilheteria:
quarta a sexta, das 13h às 21h.
Aos Sábados das 11h as 21h.
Aos domingos, das 13h às 19h.

Ponto de vendas sem taxa:
Teatro Colinas

Formas de pagamento:
Dinheiro, cartões de crédito e débito.

Capacidade: 324 lugares

PARA COMPRA ON LINE

COMPRE AQUI

Av. São João, 2200 - Jardim Colinas, São José dos Campos - SP

Fone: (12) 3204- 5236

contato@teatrocolinasshopping.com.br